Tecnologias de segurança aplicáveis em grandes eventos

Veja: O brasil e o planejamento de segurança para grandes eventos

A segurança é uma preocupação recorrente em grandes eventos esportivos. Desde a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, algumas medidas têm sido testadas com o objetivo de melhorar a detecção da segurança nesses locais. Um sistema que vem sendo desenvolvido e pode ser amplamente empregado na Copa do Mundo no Brasil é o reconhecimento facial, procedimento que utiliza a estrutura óssea do rosto para reconhecer pessoas, mesmo que tenham deixado o cabelo crescer, barba ou usem óculos. O sistema tende a se tornar cada vez mais preciso.
Essa tecnologia permite o cruzamento com banco de dados de órgãos de segurança para facilitar a identificação de criminosos, terroristas ou suspeitos. O monitoramento de vídeo tem se mostrado uma eficaz ferramenta de segurança e, na Copa do Mundo em 2014, pode ser utilizado com outros mecanismos, como a Análise Inteligente de Vídeo (IVA, em inglês), que se baseia em um software de avaliação de eventos e disparo de alerta na detecção de riscos. Permite, por exemplo, que a câmera identifique se alguma pessoa estiver andando no sentido contrário da multidão em caso de tumulto ou captar algum objeto suspeito deixado no local. O monitoramento inteligente também reduz a incidência de falsos alarmes.
A FIFA não especifica que tipo de equipamento ou controle eletrônico deve ser usado nos estádios que sediarão os jogos. Mas é certo que recursos da termografia, ferramenta para identificar aquecimento em fios e tubulações, facilitarão a medida para coibir ações e evacuação dos locais e o monitoramento de áudio para identificação de disparos de armas.

VEJA TAMBÉM:

Fatores externos alertam para o risco de terrorismo
É premente aprovarmos uma legislação antiterrorismo
Para blindarmos os eventos dos riscos de segurança temos que começar já

Comentários encerrados.