Tecnologias aplicadas na prevenção de sequestros

Veja: A prática do sequestro no Brasil

A utilização de equipamentos de segurança eletrônica tem se mostrado uma ferramenta eficaz para coibir a prática de sequestros. Câmeras de vigilância noturna, controle e gerenciamento de imagens e monitoramento 24 horas são ferramentas comprovadamente eficazes. A falta destes equipamentos ou a ineficiência do sistema de segurança aplicado facilita a ação dos criminosos e dificulta o trabalho de investigação policial.

Além de facilitar a atuação da polícia no caso de uma ocorrência de sequestro, o registro de imagens possibilita o acompanhamento de movimentações suspeitas nos arredores da empresa, residência ou condomínio, potencializando o tempo de resposta da segurança para uma tentativa de ação dos criminosos.

Outras tecnologias mais sofisticadas já estão sendo utilizadas. No Estado de São Paulo, alguns executivos estão utilizando um microchip subcutâneo que possibilita a localização via satélite. O equipamento é do tamanho de um grão de arroz, sendo colocado sob a pele, como se fosse uma vacina.

Após a chipagem, a pessoa passa a ser monitorada permanentemente através de um código alfanumérico que fica cadastrado por meio de um software para cada indivíduo. Se a pessoa sair da rotina sem aviso prévio, um alarme é acionado à central de monitoramento. Ainda não existe regulamentação ou legislação para uso do microchip no Brasil, mas o recurso já é bastante utilizado.

Outro mecanismo antissequestro testado no Brasil são as pulseiras e tornozeleiras com o sistema de identificação de radiofrequência (RFID). O sistema pode ser usado também para proteção de idosos em suas casas ou clínicas médicas.

Em alguns países da Europa, o uso do RFID é exigido por lei. No Brasil já existem esforços para legitimar esse tipo de equipamento para que o mesmo possa atuar como uma ferramenta complementar ao sistema de monitoramento de vídeo.

Veja Também:
O modus operandi dos sequestradores 
Onda de sequestros relâmpagos requer cuidados
Legislação branda favoreve sequestradores

Comentários encerrados.